Organização em favor da educação pública e contra a reforma da Previdência

Nota de esclarecimento
15 de maio de 2019
Maio vermelho – mês da conscientização e prevenção ao câncer bucal
17 de maio de 2019
Exibir tudo
Organização em favor da educação pública e contra a reforma da Previdência

Atividades realizadas no Brasil e no exterior não tem registros de desordem

O dia de ontem, 15 de maio de 2019, foi marcada pelo levante das massas, a Greve contra o corte no orçamento das Instituições Federais de Ensino (IFES), carregou centenas de milhares de pessoas as ruas de todo o Brasil, as falas de estudantes, aposentados, técnicos Administrativos e docentes, ecoaram em mais de 160 cidades no interior, fora as capitais brasileiras. A estimativa das comissões organizadoras e que mais de 5 milhões de pessoas saíram às ruas para protestar.

No Estado do Rio Grande do Sul a maioria das Universidades Federais, e muitas particulares, como a Universidade Católica de Pelotas, não abriram as portas, as escolas estaduais aderiram em mais de 90% ao “Dia Nacional de Greve em favor da Educação Pública”. Em Pelotas, segundo a Comissão Organizadora, o número de manifestantes que estiveram no ato das 14h, superou os 10 mil. A manifestação pressiona o governo federal, no sentido de engavetar as propostas que retiram direitos dos estudantes, dos aposentados e dos trabalhadores.

Sabendo que a educação e a aposentadoria são direitos estabelecidos na Constituição brasileira, é necessário que continuemos mobilizados e buscando derrubar medidas que desrespeitem a classe trabalhadora.

#nãoaocortenoorçamentodasifes
#nãoareformadaprevidencia
#nenhumdireitoamenos
#lulalivre