Nota de repúdio aos casos de assédio moral denunciados por Servidores da UFPel

NOTA DE FALECIMENTO
21 de fevereiro de 2019
AVISO: atendimento na sexta-feira, 01 de março de 2019, será das 8h às 14h.
27 de fevereiro de 2019
Exibir tudo

Nota de repúdio aos casos de assédio moral denunciados por Servidores da UFPel

O Sindicato dos Servidores Federais em Educação de Pelotas e Capão do Leão vem, através desta nota, manifestar seu completo repúdio aos atos de assédio moral denunciados ao Ministério Público Federal (MPF) por mais de doze (12) Servidores/as da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), lotados no Hospital Escola (HE) da Instituição.

Não há tolerância para casos de assédio, discriminação, ameaças, deboches ou desmerecimento do trabalho dos Servidores Técnico Administrativos/as. Exigimos uma investigação criteriosa por parte da UFPel e do Ministério Público, e a consequente responsabilização pelos atos de assédio.

Recentemente tivemos notícia por meio da imprensa, da orientação do Ministério Público pedindo o afastamento do gerente administrativo da EBSERH no HE da UFPel. Por diversas vezes o ASUFPel Sindicato relatou ao Reitor e Vice-reitor em reuniões, inclusive com a participação de Servidores do Hospital, condutas do referido Gerente, incompatíveis com a ética pública e com a lei, que deveriam ser objeto de investigação e tomada de providências por parte da gestão.

Infelizmente nenhuma medida foi tomada e a situação tomou proporções cada vez maiores, apesar da ação sistemática do Sindicato.

O ASUFPel espera que agora com a orientação do MP, finalmente haja investigação e punição. Assédio moral é crime!!

Aos trabalhadores e trabalhadoras que se sentirem constrangidos/as nos solidarizamos e nos colocamos como sempre à disposição para continuarmos lutando contra o assédio moral. Assim, voltamos a reafirmar nosso compromisso em zelar pelo bem-estar comum dos TAE`s de Pelotas e Capão do Leão.

A Coordenação