Nota de repúdio e alerta – Acontecimentos trágicos que causaram o incêndio do Museu Nacional

ASUFPel – “Eu importo em zerar a dor”
31 de agosto de 2018
Nota de falecimento
10 de setembro de 2018
Exibir tudo
Nota de repúdio e alerta

O ASUFPEL Sindicato repudia os acontecimentos trágicos que causaram o incêndio do Museu Nacional no dia 02/09, atentando contra a memória nacional e contra ao direito de acesso à cultura o que, para a categoria dos/as servidores/as Técnico-Administrativos/as da Universidade Federal de Pelotas, reunida em assembleia geral no dia 05 de setembro de 2018, revela uma escolha política do governo ilegítimo de Michel Temer que cotidianamente afronta os direitos sociais duramente conquistados, sobretudo com a Emenda Constitucional 95 que corta os investimentos públicos por 20 anos (em especial em educação e saúde). Também compreendemos que o lamentável/trágico sinistro ocorrido no Museu Nacional, do qual resta a destruição de significativa parte da história/memória nacionais é mais um capítulo do descaso e destruição da cultura e educação de nosso país. Também preocupa-nos o estado de conservação de espaços de cultura e memória semelhantes ao Museu Nacional, alocados em prédios históricos e que, sabidamente, carecem de manutenção preventiva adequada, motivo pelo qual alertamos pela necessidade de verificação das condições estruturais de todos Museus e assemelhados em nosso país e, com especial preocupação de nossa categoria, aqueles situados na cidade de Pelotas – RS.

Por fim, solidarizamo-nos com nossos colegas da UFRJ e com pesquisadores (as) que atuavam no Museu desejando que a luta pela ciência, educação e cultura seja compreendida por todos como uma luta em prol da soberania nacional. "A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto." Darcy Ribeiro.